De olho no pleito de outubro deste ano, alguns ministros do governo Temer já foram substituídos no início desta semana. Ricardo Barros (PP), que será candidato a deputado federal deixou o Ministério da Saúde. Seu lugar será ocupado por Gilberto Occhi, também do PP, que ocupava a presidência da Caixa Econômica Federal.

O Governo teria indicado antes da reforma ministerial que a manutenção dos espaços do PP estaria condicionada ao apoio numa eventual candidatura de Temer para a presidência, o que frustra alguns quadros paulistas do partido que são a favor de Geraldo Alckmin nas eleições para o executivo nacional.

 

30 segundos
Notas rápidas e diretas sobre a política nacional, de olho principalmente nas eleições de outubro deste ano

Recomendadas para você