Saúde

Mesmo com vacina, idosos devem continuar atividades adquiridas na pandemia



Com a chegada da vacina contra a Covid-19, idosos estão esperançosos em voltar à normalidade e curtir a terceira idade com atividades ao ar livre e o contato com outras pessoas. Enquanto aguardam o lugar na fila de vacinação, aproveitam o tempo em casa para dar continuidade a atividades adquiridas durante o isolamento social, como aulas on-line. É o caso, por exemplo, da aposentada Laura Coimbra, de 87 anos, que, passou os últimos meses aprendendo e praticando Francês através do ensino a distância.

“Eu não tenho nenhuma intimidade com a tecnologia. Mas sempre quis aprender o Francês. Quando menina estudei na escola, e fiquei com uma base do idioma. A oportunidade de aprender pela internet tem sido maravilhosa”, relata a aluna, que promete continuar o curso, mesmo após a vacinação e a liberação do que a própria chamava ironicamente de “prisão domiciliar”.

 Outra aluna, Lygia Martins Curzi, de 62 anos, também diz que vai continuar a fazer cursos on-line mesmo após o fim da pandemia para, principalmente, “exercitar o cérebro”, diz ela. “Tenho caso de doença de Alzheimer na família e gosto muito de viajar, então os cursos de idioma on-line me ajudam muito. Estou sempre aprendendo.”

Desde o início da pandemia, a professora de Francês, Lígia Travensolo, da escola “Francês com a Lígia, tem observado o aumento do número de alunos da terceira idade nas aulas do idioma. O crescimento da demanda fez com que ela, inclusive, ajustasse o formato das aulas, auxiliando os alunos, inclusive nas dificuldades com o uso da tecnologia.

“Tem sido uma experiência muito prazerosa dar aula para esse público. Eles são muito comprometidos e pontuais. As aulas individuais são bem aproveitadas e junto com o Francês a gente explica funções da tecnologia para aproveitarem ainda mais as aulas. ”

As aulas de francês disponibilizadas pela escola on-line possuem um método específico e individual, o que facilita o aprendizado para os alunos da terceira idade, já que a atenção é 100% voltada ao estudante. As inscrições para os cursos já estão abertas. Em razão da grande demanda pelos cursos on-line, a escola ampliou, em 2021, a oferta de cursos, passando a ministrar também inglês e alemão.

RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP!
Receba gratuitamente uma seleção com as principais notícias do dia.


Mais sobre Saúde