CoronaVírus

Síndromes Gripais passam a ser testadas para COVID-19



Considerando o cenário epidemiológico da COVID-19 no Estado de São Paulo e possibilitando a detecção precoce de casos e o cuidado ambulatorial, ficou determinado que todos os pacientes que apresentarem síndromes gripais passam a ser submetidos a exames para diagnóstico da doença.

Em Fernandópolis, conforme nova deliberação da Secretaria Estadual da Saúde, a testagem é realizada de acordo com o período de início dos sintomas, por PCR ou Teste Rápido. Com a alteração e coleta de novos testes, os boletins informativos publicados diariamente pela Secretaria Municipal de Comunicação, com os dados da Secretaria Municipal de Saúde passam a ter maior número de suspeitos, positivos e negativos.    

“A ampliação da testagem diagnóstica para COVID-19 tem o objetivo de oferecer subsídios para os serviços de saúde quanto à investigação laboratorial, utilização e interpretação dos testes sorológicos e padronizar as condutas de isolamento após a realização dos mesmos”, comentou o secretário municipal de Saúde, Ivan Veronesi.

INDIVÍDUOS SINTOMÁTICOS

• Síndrome Gripal característica de COVID-19: Indivíduo com quadro respiratório agudo, caracterizado por sensação febril ou febre, mesmo que relatada, acompanhada de tosse ou dor de garganta, coriza, dificuldade respiratória, ausência de paladar, ausência de olfato.

• Em crianças: considera-se também obstrução nasal, na ausência de outro diagnóstico específico.

• Em idosos: a febre pode estar ausente. Considerar também critérios específicos de agravamento como síncope, confusão mental, sonolência excessiva, irritabilidade e inapetência.

RT-PCR

Realizar o RT-PCR para todos os indivíduos sintomáticos, preferencialmente do 3º ao 7º dia do início dos sintomas.

Recomenda-se a realização de teste rápido (TR) para todos os indivíduos sintomáticos que procurarem assistência, após o 7º dia do início dos sintomas, preferencialmente a partir do 14º dia do início dos sintomas.

INDIVÍDUOS ASSINTOMÁTICOS

A testagem em indivíduos assintomáticos tem o objetivo de compor estratégia ampla de resposta à pandemia identificando a extensão da transmissão da doença em determinadas populações ou grupos populacionais, por meio da identificação de resposta imunológica.

Embora ainda seja desconhecido o tempo de permanência dos anticorpos produzidos pela infecção do SARS-CoV-2 no organismo, o uso de testes sorológicos pode ser útil se, preferencialmente tiverem, objetivos claros, planos definidos e bem interpretados.

RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP!
Receba gratuitamente uma seleção com as principais notícias do dia.


Mais sobre CoronaVírus